Previous product
A Nova Segregação: Racismo e Encarceramento em Massa
Os Condenados Da Terra R$ 64,90
  • Associado: R$ 55,17
    Faça login para ter acesso ao desconto.
Back to home
Next product
A Nova Segregação: Racismo e Encarceramento em Massa
O Fascismo da Cor: Uma Radiografia do Racismo Nacional R$ 54,90
  • Associado: R$ 46,67
    Faça login para ter acesso ao desconto.

A Nova Segregação: Racismo e Encarceramento em Massa

R$ 82,00
  • Associado:
    R$ 69,70
    Faça login para ter acesso ao desconto.

Publicada originalmente em 2010, a obra vendeu mais de 600 mil exemplares e permaneceu na lista de mais vendidos do The New York Times por mais de 150 semanas. O livro desafiou a noção de que o governo Obama assinalava o advento de uma nova era pós-racial e teve um efeito explosivo na imprensa e no debate público estadunidense, acumulando prêmios e inspirando toda uma geração de movimentos sociais antirracistas. A nova segregação ganhou o NAACP Image Award de melhor não ficção em 2011. A edição brasileira tem apresentação de Ana Luiza Pinheiro Flauzina, orelha de Alessandra Devulsky, revisão técnica e notas Silvio Luiz de Almeida. Pedro Davoglio assina a tradução. O sistema de castas raciais nos EUA não foi superado, foi meramente redesenhado , diz a jurista. Ao analisar o sistema prisional dos EUA, Alexander fornece uma das mais eloquentes exposições de como opera o racismo estrutural e institucionalizado nas sociedades ocidentais contemporâneas. Para a autora, o encarceramento em massa se organiza por meio de uma lógica abrangente e bem disfarçada de controle social racializado e funciona de maneira semelhante ao sistema Jim Crow de segregação, abolido formalmente nos anos 1960 após o movimento por direitos civis nos Estados Unidos. Não é à toa que este país possui atualmente a maior população carcerária do mundo (com o Brasil pouco atrás, em 4º lugar, depois da China e da Rússia).

EM ESTOQUE
Descrição

Publicada originalmente em 2010, a obra vendeu mais de 600 mil exemplares e permaneceu na lista de mais vendidos do The New York Times por mais de 150 semanas. O livro desafiou a noção de que o governo Obama assinalava o advento de uma nova era pós-racial e teve um efeito explosivo na imprensa e no debate público estadunidense, acumulando prêmios e inspirando toda uma geração de movimentos sociais antirracistas. A nova segregação ganhou o NAACP Image Award de melhor não ficção em 2011. A edição brasileira tem apresentação de Ana Luiza Pinheiro Flauzina, orelha de Alessandra Devulsky, revisão técnica e notas Silvio Luiz de Almeida. Pedro Davoglio assina a tradução. O sistema de castas raciais nos EUA não foi superado, foi meramente redesenhado , diz a jurista. Ao analisar o sistema prisional dos EUA, Alexander fornece uma das mais eloquentes exposições de como opera o racismo estrutural e institucionalizado nas sociedades ocidentais contemporâneas. Para a autora, o encarceramento em massa se organiza por meio de uma lógica abrangente e bem disfarçada de controle social racializado e funciona de maneira semelhante ao sistema Jim Crow de segregação, abolido formalmente nos anos 1960 após o movimento por direitos civis nos Estados Unidos. Não é à toa que este país possui atualmente a maior população carcerária do mundo (com o Brasil pouco atrás, em 4º lugar, depois da China e da Rússia).

Detalhes do produto
Boitempo
9788575595558

Ficha técnica

AutorMichelle Alexander
Ano2018
PaísBRASIL
IdiomaPortuguês
Páginas370
Altura (cm)23
Largura (cm)16
Profundidade (cm)2
Peso (g)590
ISBN9788575595558

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência de navegação. Leia nossa Política de Privacidade e os Termos de Uso.

Entrar

Megamenu

Sua sacola

Não há mais nenhum item em sua sacola