Resultados de pesquisa

Minha História Das Mulheres

R$ 43,00
  • Associado: R$ 36,55

Minha história das mulheres é a obra mais acessível e instigante da historiadora Michelle Perrot. Nasceu de um programa de rádio francês que fez enorme sucesso ao divulgar com clareza e entusiasmo, para um público de não especialistas, o conteúdo de mais de 30 anos de pesquisas e reflexões acadêmicas. Transformado em livro, depois traduzido e publicado no Brasil pela Editora Contexto, narra em cinco capítulos o processo da crescente visibilidade das mulheres em seus combates e suas conquistas nos espaços público e privado. Mães e feiticeiras, trabalhadoras e artistas, prostitutas e professoras, feministas e donas-de-casa e muitas outras personagens femininas fazem parte desse relato sensível e atual de uma das pesquisadoras mais conceituadas da história das mulheres.

  • Novo

História Das Mulheres No Brasil

R$ 109,90
  • Associado: R$ 93,42

Conta a trajetória das mulheres, do Brasil colonial a nossos dias, voltando-se a todos os tipos de leitores e leitoras: adultos e jovens, especialistas e curiosos, estudantes e professores, arrastando-os numa viagem através dos tempos. Obra organizada por Mary Del Priore - da qual participam duas dezenas de historiadores além da consagrada escritora Lygia Fagundes Telles - mostra como nasciam, viviam e morriam as brasileiras no passado e o mundo material e simbólico que as cercavam. Percebendo a história das mulheres como algo que envolve também a história das famílias, do trabalho, da mídia, da literatura, da sexualidade, da violência, dos sentimentos e das representações, o livro abarca os mais diferentes espaços (campo e cidade, norte e sul do país) e extratos sociais (escravas, operárias, sinhazinhas, burguesas, donas de casa, professoras, bóias-frias). Também não se contenta em apenas de separar as vitórias e as derrotas das mulheres, mas derruba mitos, encoraja debates, estimula a reflexão e coloca a questão feminina na ordem do dia. Sucesso de público e de crítica, HISTÓRIA DAS MULHERES NO BRASIL já chegou a 20 mil exemplares vendidos, além de ter ganho os prestigiados prêmios Jabuti e Casa Grande e Senzala.

  • Novo

História das Relações de Gênero

R$ 81,00
  • Associado: R$ 68,85

História das relações de gênero é uma exploração fascinante do que ocorre com as ideias estabelecidas sobre homens e mulheres quando sistemas culturais distintos entram em contato. Valendo-se de uma grande variedade de exemplos, da pré-história ao século XXI, e abarcando diferentes sociedades, da China às Américas, da África ao norte da Europa, passando por Oriente Médio, Rússia, Japão e Austrália, o historiador Peter N. Stearns delineia o quadro dos encontros culturais internacionais mais significativos e seus efeitos sobre as relações de gênero. O impacto do islamismo e das práticas de gênero do Oriente Médio na Índia e na África subsaariana; o resultado dos contatos da China com a condição feminina entre japoneses e mongóis; a influência colonial européia na América, Índia, África e Oceania; o impacto das ações internacionais no Oriente Médio; e os efeitos da atuação de organizações internacionais e do consumismo global são alguns dos assuntos discutidos neste livro.

  • Novo

Ciências Sociais e Saúde no Brasil

R$ 43,00
  • Associado: R$ 36,55

Aborda-se a especificidade da institucionalização das ciências sociais e saúde no Brasil no âmbito das escolas médicas, saúde pública / medicina social, os perfis de seus profissionais e o trabalho de seus intelectuais no ensino e na pesquisa, nas três últimas décadas do século XX.Assume-se que as ciências sociais e saúde não são um campo autônomo de conhecimento às ciências sociais e humanas, uma vez que incorpora os seus paradigmas para aproximar-se dos fenômenos saúde, doença, vida e morte. Tais fenômenos integram-se concomitantemente à experiência humana e aos processos sociais, políticos, econômicos e culturais, suscitando reflexões mais amplas. Na sociedade contemporânea eles se tornaram questão social, direto do cidadão e objetos das intervenções do Estado.

Racismo Estrutural: Uma Perspectiva...

R$ 42,00
  • Associado: R$ 35,70

A ideia central do livro do Professor Dennis de Oliveira é discutir o racismo para além dos comportamentos preconceituosos. A obra articula o conceito de racismo estrutural a totalidade histórico-social expressa concretamente pelas dinâmicas das relações sociais no capitalismo em sua etapa de acumulação flexível em um país da periferia global do capitalismo como o Brasil.

Feminismos: Uma História Global

R$ 84,90
  • Associado: R$ 72,17

Neste livro, a historiadora Lucy Delap constrói uma história alternativa do feminismo a partir de oito eixos temáticos, mostrando a pluralidade e as complexidades do movimento ao longo das décadas e nas mais diferentes regiões do mundo. Embora a origem do feminismo muitas vezes se restrinja à narrativa de “ondas”, protagonizadas por um grupo restrito de mulheres, o movimento foi e continua a ser global. Amparada por uma sólida pesquisa, a historiadora Lucy Delap parte de oito grandes temas — sonhos, ideias, espaços, objetos, visuais, sentimentos, ações e canções — para examinar as diferentes formas pelas quais mulheres se mobilizaram pela igualdade de gênero ao redor do mundo. Abrangendo uma gama ampla de revoluções, religiões, impérios e lutas anticoloniais, Feminismos esmiúça as complexidades do movimento, sem deixar de lado o paradoxo central de que as feministas também praticaram as próprias exclusões, ouvindo determinadas vozes e silenciando outras.

A Aventura de Contar-se: Feminismos, Escrita de...

R$ 66,00
  • Associado: R$ 56,10

Como as mulheres têm transformado o mundo e transformado a si mesmas? Essas questões norteiam o presente trabalho, que busca entender como os feminismos, nas últimas quatro décadas, possibilitaram profundas e positivas mudanças na cultura e na sociedade brasileiras. Partindo das narrativas autobiográficas de sete militantes feministas, nascidas entre os anos 1940 e 1950, a autora investiga a maneira como elas abriram novos espaços na esfera pública e na vida política do Brasil, desde os violentos anos da ditadura militar.

Educação e RePúblicanismo

R$ 18,00
  • Associado: R$ 15,30

A tradição escolar republicana, cuja expressão fora anunciada logo nos dias seguintes à Revolução Francesa por Concorcet e Sain Fargeau, imaginava que a instrução pública e a educação nacional poderiam criar um “povo”: o corpo político da Nação “una e indivisível”, e que ler, escrever e contar representavam os instrumentos básicos que possibilitavam a intervenção popular na cidade.

Racismo Brasileiro: Uma História da Formação do...

R$ 79,90
  • Associado: R$ 67,92

Uma jornada pela história do Brasil através do traço definidor da nossa sociedade ao longo dos séculos (do período colonial aos nossos dias): o racismo. Tendo como alguns de seus personagens figuras como Luiz Gama, Monteiro Lobato, Getúlio Vargas e Marielle Franco, este é um livro fundamental para uma compreensão mais profunda da nossa formação. Como resume a autora: "A história do racismo no país é a própria história do Brasil".

Psiquiatria e Política: O Jaleco, a Farda e o...

R$ 63,00
  • Associado: R$ 53,55

Integrante da coleção História e Saúde da Editora Fiocruz, a obra apresenta um estudo da trajetória de um personagem relevante e controverso na história biográfica da medicina e da psiquiatria brasileiras do século XX. A análise da vida de Antonio Carlos Pacheco e Silva 1898-1988 é feita levando em consideração as muitas contradições, tensões e singularidades do médico, militar e político. Professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FMUSP e da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo EPM/Unifesp, Pacheco e Silva acumulou, para além dos espaços acadêmicos, cargos políticos e empresariais, tendo participado ativamente de movimentos conservadores e eugenistas. O livro é um desdobramento da tese doutoral do historiador Gustavo Tarelow, defendida em 2019, na FMUSP. Dedicado às pesquisas sobre a história da psiquiatria paulistas e seus personagens, o autor investiga etapas fundamentais da trajetória de Pacheco e Silva. Ele mostra, por exemplo, a atuação do médico na fundação do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo e como diretor da Associação Psiquiátrica Internacional e do Hospital do Juquery. Tarelow revela também como o psiquiatra esteve diretamente envolvido em todo o processo que levou o português António Egas Moniz a receber o Prêmio Nobel de Medicina, em 1949, além de sua intensa participação em diferentes partidos e momentos do campo político nacional. Dividida em três capítulos, a obra agrega também importantes notas, referências e imagens, reunindo fotografias, documentos, páginas de jornais e outros materiais de acervo que ilustram as diferentes fases da vida do psiquiatra.

Escravidão e Liberdade: Temas, Problemas e...

R$ 82,00
  • Associado: R$ 69,70

Este livro trata da escravidão e da liberdade em textos feitos por pesquisadores do Sul do Brasil, região onde o forte discurso dos imigrantes encobriu o tema, mascarando a presença da cultura e da história dos escravos e seus descendentes. A iniciativa para divulgar e incentivar a pesquisa sobre a escravidão foi tomada pelos mais renomados professores das universidades públicas da região. A dinâmica dos encontros Escravidão e Liberdade, que acontecem em Porto Alegre, com circulação previa dos textos e debatedores convidados para cada mesa, tornou-se uma referência entre outros estudos sobre escravidão no país. Nos 17 artigos encontrados no livro, a escravidão é abordada em um contexto global, que trata de redes e mobilidades sociais, do tráfico atlântico e interno de escravos e das experiências de trabalho durante a escravidão. Desta forma, os cativos, libertos e livres e suas experiências sociais no pós-emancipação expressam o vigor atual das pesquisas nessa área, que é fundamental para historiografia brasileira.

Novos Combates Pela História: Desafios Ensino

R$ 49,90
  • Associado: R$ 42,42

A História pode e precisa ser defendida. Especialmente agora, quando as mentiras ganham uma dimensão maior, com fake news sendo vomitadas por atacado, de forma organizada. Querem mudar a História por meio do negacionismo, recusando-se a admitir fatos indiscutíveis. Atentados contra os cidadãos, a ciência, a natureza, a educação são perpetrados a toda hora. Nós, historiadores e professores de História, somos solicitados a dar respostas. E, o melhor de tudo, é que as temos. O livro "Novos combates pela História" é essencial para historiadores, professores e demais amantes da História.

  • Novo

Os Índios e o Brasil

R$ 97,00
  • Associado: R$ 82,45

Quem é índio no Brasil? Qual a sua situação no país? Que relação ele estabelece com o meio ambiente? Quais são as diferenças entre os índios de 1500 e os de hoje? Como eles vivem, que língua falam e onde vivem? Eles são brasileiros? Sim, eles são brasileiros natos e originários. E estão espalhados em todos os estados do país. O antropólogo e ex-presidente da Funai Mércio Pereira Gomes responde a essas e muitas outras perguntas sobre os primeiros habitantes destas terras. Em um livro completo e atualizado, o autor mostra quem são os povos indígenas que aqui habitam, quais são as políticas indigenistas desde a colonização, revela os interesses econômicos que desafiam os índios e rebate o discurso comum ao enfatizar o ponto de vista do índio. Valendo-se de informações preciosas para analisar e interpretar a questão do índio no Brasil, a obra revela como chegamos a uma reversão histórica na demografia indígena. Ou seja, a população indígena deixou de diminuir, como ocorria desde 1500, e está aumentando. Isso não significa, porém, que os obstáculos foram todos superados. O texto discute a história, o presente e os desafios para o futuro dos índios no Brasil.

  • Novo

Holocausto Brasileiro: Genocídio 60 Mil Mortos...

R$ 59,90
  • Associado: R$ 50,92

Em reportagem consagrada, Daniela Arbex denuncia um dos maiores genocídios do Brasil, no hospital Colônia, em Minas Gerais No Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena, conhecido apenas por Colônia, ocorreu uma das maiores barbáries da história do Brasil. O centro recebia diariamente, além de pacientes com diagnóstico de doença mental, homossexuais, prostitutas, epiléticos, mães solteiras, meninas problemáticas, mulheres engravidadas pelos patrões, moças que haviam perdido a virgindade antes do casamento, mendigos, alcoólatras, melancólicos, tímidos e todo tipo de gente considerada fora dos padrões sociais.

Doze Césares: Imagens de Poder do Mundo Antigo...

R$ 119,00
  • Associado: R$ 101,15

Qual é a face do poder? Quem será celebrado pela arte, e por quê? E como reagir a estátuas de governantes que deploramos? Neste livro assombroso — escrito em meio a um questionamento global sobre esculturas políticas —, Mary Beard conta a história de como, ao longo de mais de 2 mil anos, os ricos, famosos e poderosos foram retratados aos moldes dos imperadores romanos, do brutal Júlio César ao torturador de moscas Domiciano. Doze Césares faz uma pergunta fundamental: por que esses assassinos autocratas impactaram tanto a arte, do Renascimento aos dias de hoje, quando líderes ainda são retratados à maneira de Nero, tocando seu violino enquanto Roma queima? O ponto de partida é a própria importância do retrato imperial para a sociedade romana e o que ele significava para a política da época. Como uma detetive, Mary Beard investiga a difusão dessas imagens ao longo de dois milênios e mostra em que medida elas se transformaram e foram adaptadas para atender aos mais diversos desígnios. Doze Césares revela um mundo de apropriações indevidas, identidades trocadas, falsificações e representações ambivalentes do poder. Numa era dominada por imagens, Mary Beard segue o fio de séculos de construção da autoridade política por meio de retratos e esculturas.

  • Novo

História da Loucura

R$ 94,50
  • Associado: R$ 80,33

Realizar a arqueologia do domínio da desrazão e narrar, de forma crítica, as mudanças de estatuto dos loucos na sociedade desde a Idade Média, para explicitar como operam as técnicas de exclusão fazem desta uma obra de atualidade indiscutível. Pois não foi a medicina quem definiu as fronteiras entre a razão e a loucura, embora os médicos tenham se encarregado de vigiar essa fronteira há já dois séculos, afixando-lhe o rótulo “doença mental”, indicação que vale como interdição e maldição. Esta edição, revista aumentada do livro, inclui réplica a Jacques Derrida às críticas que este fizera ao seu conteúdo. Ao traçar uma história dos limites “pelos quais uma cultura rejeita algo que será para ela o Exterior”, o autor põe em questão a racionalidade e, assim, os próprios fundamentos de nossa época. Crítico da razão ensimesmada e da loucura encarcerada, este clássico da filosofia moderna mantém-se tão vivo quanto a controvérsia que desencadeou.

  • SOB ENCOMENDA

O Campo da Saúde Coletiva: Gênese,...

R$ 52,00
  • Associado: R$ 44,20

Em um momento crítico e repleto de desafios para a produção científica do país, em conjunto com outros renomados pesquisadores da área no Brasil, a autora examina as profundas relações entre a Saúde Coletiva e a Reforma Sanitária Brasileira. É um livro que aponta - ao longo do percurso histórico abordado - transformações, rupturas, continuidades, identidades e diferenças.

Das Cores do Silêncio

R$ 73,00
  • Associado: R$ 62,05

Das Cores do Silêncio, primeiro lugar do Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa no ano de 1993, foi publicado pelo Arquivo Nacional em 1995, com uma segunda edição em 1998. O livro lançou novo olhar sobre a trama e o drama da Abolição e do Pós-Abolição, tendo por foco as aspirações de liberdade da última geração de africanos escravizados nas lavouras cafeeiras do Sudeste e de seus descendentes diretos. As fronteiras fluidas entre escravidão e liberdade, examinadas quase ao microscópio no trabalho, iluminam um processo específico de racialização pelo avesso, associado às primeiras definições do cidadão brasileiro como portador de direitos civis e políticos.

A Universidade Crítica - O Ensino Superior na...

R$ 32,00
  • Associado: R$ 27,20

A universidade crítica reconstroi o processo de transformação do ensino superior no Brasil entre 1945 e 1964, em suas determinações sociais e econômicas. Ao lado dos aspectos morfológicos do ensino superior no período, a obra explicita a consciência dos agentes envolvidos nesse processo, em especial o Estado, os professores e os estudantes.

Tráfico & Traficantes na Ilegalidade

R$ 56,00
  • Associado: R$ 47,60

Quem eram os traficantes de africanos escra­vizados? Como se dava a sua particip­­a­­ção no negócio nefasto de compra e venda de seres hu­manos? Qual a sua inserção na sociedade? Depois das manifestações do Black Lives Matter após o assassinato de George Floyd, nos EUA, e da derrubada da estátua do traficante Edward Colston, em Bristol, na Inglaterra, em 2020, tais perguntas estão na ordem do dia. E sendo o Brasil a principal nação escravista das Américas, respon­sável pela importação de mais de cinco milhões de africanos em mais de 300 anos de tráfico, as respostas tornam-se ainda mais urgentes.

A Universidade Reformanda - O Golpe de 1964 e a...

R$ 36,00
  • Associado: R$ 30,60

Luis Antônio Cunha apresenta uma análise histórico-sociológica do ensino superior nos primeiros anos do regime autoritário (1964-1968), revelando aspectos inéditos das mudanças efetuadas na época - a face modernizante da implantação de modelos norte- americanos, ao lado, é claro, do retrocesso político e educacional trazido pelo novo regime.

O Rio Antes do Rio

R$ 69,90
  • Associado: R$ 59,42

A Guanabara Tupinambá e suas aldeias ancestrais, a história do primeiro carioca e dos exploradores, conquistadores e moradores pioneiros, a disputa entre portugueses e franceses, a guerra contra os nativos e as batalhas que marcaram a fundação do Rio de Janeiro. Sucesso de crítica, publicado pela primeira vez em dezembro de 2015, no calendário das comemorações dos 450 anos do Rio de Janeiro, "O Rio antes do Rio" teve três edições em pouco mais de um ano. Agora ganha novo projeto gráfico com conteúdo revisto e ampliado, com lançamento pela Relicário. Com vasta iconografia incluindo mapas e ilustrações de rituais indígenas, personagens da época e animais que davam nomes às principais tribos, que vieram a se tornar os bairros da cidade, a obra é dividida em quatro capítulos que se integram como etapas da saga tupinambá à batalha de Uruçumirim, até o ano de 1567.