Povos Indígenas

Povos Indígenas

Filtros ativos

Poder, Hierarquia e Reciprocidade

R$ 35,00
  • Associado: R$ 29,75

Resultado de ampla pesquisa na qual a autora apresenta os diversos aspectos que compõem o complexo mundo baniwa, a importância que a doença ocupa nele, suas especificidades, sua cultura, seu modo estóico de vida, suas inter-relações com outros grupos étnicos do Alto Rio Negro, Amazonas. Nos permite mergulhar e melhor compreender o ´caleidoscópio de problemas vividos hoje pelos povos indígenas´ no Brasil em diversas áreas. Sociopoliticamente de alta relevância, revela a distância entre as necessidades desse ...

Formação de Um Campo Político na América Latina

R$ 25,00
  • Associado: R$ 21,25

Com trânsito entre a história e a antropologia e referenciada no contexto latino-americano, esta obra aborda um assunto ainda pouco estudado pela historiografia brasileira: as organizações indígenas e o lugar dos índios no conjunto da nação, entendendo a visão deles com base em suas próprias organizações. O livro analisa as questões a eles referentes em diferentes instâncias, como Estado e instituições de apoio à causa indígena, observando um jogo complexo de diálogo que acaba por excluir muitos sujeitos.

Vigilância Alimentar e Nutricional Para a Saúde...

R$ 60,00
  • Associado: R$ 51,00

Este livro Aborda um tema central na realidade contemporânea dos povos indígenas no Brasil. Fundamentando-se no contexto dos epidemiológico e sociopolítico, destaca a implantação do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan) na saúde indígena como um dos instrumentos importantes para garantir o direito à alimentação e à nutrição.

Relações em Perpétuo Desequilíbrio: A...

R$ 47,00
  • Associado: R$ 39,95

Este livro tem por objetivo descrever a analisar o sistema dualista organização social dividida em metades complementares tupi-kagwahiva. A reflexão tem como foco privilegiado as relações entre as formas e práticas de reprodução social dos povos Kagwahiva da Amazônia meridional, assim como as idéias e valores por eles sustentados sobre si mesmos e sobre seus Outros. Baseados em uma pesquisa etnográfica realizada entre os Tenharin do rio Marmelos e os Amondawa, o estudo corresponde a uma interpretação do dualismo sensível à vida ritual e às classificações sociocosmológicas e institucionais nativas.

No Campo da Educação Escolar Indígena:...

R$ 49,00
  • Associado: R$ 41,65

Baseando-se em reflexões sobre a infância Guarani, este livro dedica-se a pensar sobre o quanto processos de ensino e aprendizagens infantis, vivenciados fora da escola, podem contribuir para planejamentos docentes mais pautados em teorias indígenas do conhecimento. A partir de pesquisas realizadas junto a uma comunidade Mbya-Guarani na região central do Rio Grande do Sul, discute-se a ideia de campo da educação escolar indígena, pontuando as relações entre noção de pessoa, território, interculturalidade e gestão educacional.

A Queda do Céu

R$ 84,90
  • Associado: R$ 72,17

Um grande xamã e porta-voz dos Yanomami oferece neste livro um relato excepcional, ao mesmo tempo testemunho autobiográfico, manifesto xamânico e libelo contra a destruição da floresta Amazônica. Publicada originalmente em francês em 2010, na prestigiosa coleção Terre Humaine, esta história traz as meditações do xamã a respeito do contato predador com o homem branco, ameaça constante para seu povo desde os anos 1960. A queda do céu foi escrito a partir de suas palavras contadas a um etnólogo com quem nutre uma longa amizade - foram mais de trinta anos de convivência entre os signatários e quarenta anos de contato entre Bruce Albert, o etnólogo-escritor, e o povo de Davi Kopenawa, o xamã-narrador. A vocação de xamã desde a primeira infância, fruto de um saber cosmológico adquirido graças ao uso de potentes alucinógenos, é o primeiro dos três pilares que estruturam este livro. O segundo é o relato do avanço dos brancos pela floresta e seu cortejo de epidemias, violência e destruição. Por fim, os autores trazem a odisseia do líder indígena para denunciar a destruição de seu povo. Recheada de visões xamânicas e meditações etnográficas sobre os brancos, esta obra não é apenas uma porta de entrada para um universo complexo e revelador. É uma ferramenta crítica poderosa para questionar a noção de progresso e desenvolvimento defendida por aqueles que os Yanomami - com intuição profética e precisão sociológica - chamam de "povo da mercadoria"

Waimiri Atroari A'A Ikaaa Ineptypy – Divulgando...

R$ 100,00
  • Associado: R$ 85,00

Os Waimiri Atroari, Durante Muito Tempo, Estiveram Presentes No Imaginário do Povo Brasileiro Como Um Povo Guerreiro, que Enfrentava e Matava a Todos que Tentavam Entrar Em Seu Território. Essa Imagem Contribuiu para que Autoridades Governamentais Transferissem a Incumbência das Obras da Rodovia Br 174 (Manaus-Boa Vista) ao Exército Brasileiro, que Utilizou de Forças Militares Repressivas para Conter Os Indígenas.

XIngu: Histórias dos Produtos da Floresta

R$ 50,00
  • Associado: R$ 42,50

O encontro entre comunidades indigenas e a racionalidade economica nao esta fadado a resultar em tragedia anunciada. E bem verdade que destruicao, doencas e desagregacao social sao, de forma esmagadora- mente predominante (e nao so no Brasil), os principais produtos, para as sociedades nativas, de sua relacao com os mercados. Mas as coisas podem ser diferentes. E o que comecam a demonstrar, na pratica, comunidades indigenas do Alto Xingu e ribeirinhas da Terra do Meio. Ao faze-lo, elas estao contribuindo a um conjunto de atividades que se contrapoem a violencia e ao desmatamento na Amazonia. Mais que isso, elas convidam a uma reflexao inovadora sobre um tema classico das ciencias sociais, a relacao entre economia e sociedade, entre mercados e vida comunitaria. Este e o duplo interesse deste livro. Por um lado, ele e escrito por ati- vistas, por pessoas que buscam recursos e solucoes praticas para os desafios de quem vive em areas dispersas, desprovidas dos servicos basicos constitutivos da cidadania. Mas ele e tambem um texto de carater reflexivo a auto-refletivo sobre o alcance e os riscos de fortalecer os valores tradicionais dos povos da floresta, nao por alguma especie de redoma que os isolasse do restante da vida social, mas, ao contrario, estimulando a emergencia de mercados que reconhecam e desenvolvam as funcoes decisivas desses povos num dos maiores desafios de nosso tempo: a transicao do que tem sido ate aqui uma economia da destruicao para uma economia do conhecimento da natureza.

Povos Indígenas no Brasil 2011/2016

R$ 120,00
  • Associado: R$ 102,00

A série 'Povos Indígenas no Brasil' é a mais completa coleção sobre a história e a situação contemporânea de todos os povos indígenas que vivem no território brasileiro, e completa 37 anos de existência em 2017. O novo volume, concentrado no período de 2011 a 2016, é a 12a. Edição e publica amplo conjunto de informações compiladas e sistematizadas pela equipe de monitoramento do ISA desde o início dos anos 1980 e que atualmente integram um complexo sistema de dados georreferenciados em formato digital, tornando-a única. A edição atual traz artigos produzidos por diversos colaboradores - indígenas e não indígenas - com temas como: direitos indígenas; políticas indigenistas, legislação, terras indígenas, protagonismo indígena e outros, apresentado em 18 capítulos regionais. Destaque para a seção "Palavras indígenas", que abre o livro com depoimentos de doze mulheres indígenas.

Cosmopolítica da Gestação, do Parto e do...

R$ 47,00
  • Associado: R$ 39,95

A pesquisadora Raquel Paiva Dias-Scopel, do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), levanta questões sobre a valorização e respeito à diversidade étnica e cultural dos povos indígenas e a difícil interface com o processos de medicalização e do direito ao acesso aos serviços de saúde biomédicos. O livro é parte da Coleção Saúde dos Povos Indígenas, da Editora Fiocruz e partiu da tese de doutorado defendida em 2014 no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi publicado pela primeira vez em 2015 pela Associação Brasileira de Antropologia com o título A Cosmopolítica da Gestação, Parto e Pós-Parto: práticas de autoatenção e processo de medicalização entre os índios Munduruku. No prefácio da primeira edição, sua orientadora, a doutora em antropologia e professora titular da UFSC, Esther Jean Langdon, ressalta que o conceito fundamental deste livro é da autoatenção, que aponta para o reconhecimento da autonomia e da criatividade da coletividade, principalmente da família, como núcleo que articula os diferentes modelos de atenção ou cuidado da saúde. O livro é parte da Coleção Saúde dos Povos Indígenas, da Editora Fiocruz e partiu da tese de doutorado defendida em 2014 no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi publicado pela primeira vez em 2015 pela Associação Brasileira de Antropologia com o título A Cosmopolítica da Gestação, Parto e Pós-Parto: práticas de autoatenção e processo de medicalização entre os índios Munduruku. No prefácio da primeira edição, sua orientadora, a doutora em antropologia e professora titular da UFSC, Esther Jean Langdon, ressalta que o conceito fundamental deste livro é da autoatenção, que aponta para o reconhecimento da autonomia e da criatividade da coletividade, principalmente da família, como núcleo que articula os diferentes modelos de atenção ou cuidado da saúde.

Donos da Terra

R$ 40,00
  • Associado: R$ 34,00

Baseado em uma pesquisa antropológica de fôlego, Os donos da terra aborda episódios históricos e recentes da luta dos Tupinambá da Serra do Padeiro, no sul da Bahia, pela recuperação dos territórios ancestrais dos quais foram expulsos pelo avanço da colonização — que continua até hoje. Entre mobilizações e retomadas, operações da Polícia Federal e ações paramilitares, prisões de lideranças e a violência passada e presente dos poderes locais, esta HQ revela aspectos da memória, da visão de mundo e da cultura de um povo que, guiado pela sabedoria dos antepassados e dos encantados, e unido por fortes laços comunitários, resiste ao esbulho territorial e à batalha simbólica que nega sua origem indígena e seus direitos constitucionais. As sete narrativas deste livro abrem uma janela pela qual é possível começar a conhecer uma gente que não abaixa a cabeça e, todos os dias, constrói possibilidades de um mundo mais justo.

Pohã Ñana - Plantas Medicinais - Ñamombarete,...

R$ 95,00
  • Associado: R$ 80,75

Ao estabelecer uma abordagem dialógica, desierarquizada, o presente livro rompe com esta lógica ao reconhecer a complexidade de conhecimentos que fogem a métrica eurocêntrica. Conhecimento que estamos perdendo ao impedir que os Kaiowá e Guarani possam desfrutar do teko porã, o bom modo de ser e viver.

Ideias Para Adiar o Fim do Mundo

R$ 29,90
  • Associado: R$ 25,42

Uma parábola sobre os tempos atuais, por um de nossos maiores pensadores indígenas. Ailton Krenak nasceu na região do vale do rio Doce, um lugar cuja ecologia se encontra profundamente afetada pela atividade de extração mineira. Neste livro, o líder indígena critica a ideia de humanidade como algo separado da natureza, uma humanidade que não reconhece que aquele rio que está em coma é também o nosso avô. Essa premissa estaria na origem.

Entre Demografia e Antropologia: Povos...

R$ 53,00
  • Associado: R$ 45,05

Entre Demografia e Antropologia: povos indígenas no Brasil apresenta profundas avaliações sobre as dinâmicas populacionais indígenas. Em suas abordagens, a obra passa por pesquisas e conhecimentos multidisciplinares, que vão de questões de migração, mobilidade e dinâmica territorial até a contextualização de dados censitários e a forma como a população indígena é retratada nos censos demográficos do Brasil.

Processos de Alcoolização Indígena no Brasil:...

R$ 45,00
  • Associado: R$ 38,25

O uso do álcool é uma questão de contornos complexos, em especial quando se consideram os povos indígenas, entre os quais problemas relacionados ao uso de álcool aparecem como importantes problemas de saúde pública, embora a produção acadêmica nacional sobre o assunto ainda seja relativamente escassa. Como o álcool adquire uma variedade de funções em diferentes grupos sociais, a análise não pode se restringir à ingestão da bebida em si: é preciso relacionar o consumo a processos socioculturais e político-econômicos.

Políticas Antes da Política de Saúde Indígena

R$ 69,00
  • Associado: R$ 58,65

Entre as diversas crises emergidas no contexto da Covid-19, a saúde dos povos indígenas no Brasil foi uma das mais preocupantes e debatidas. "A pandemia tornou ainda mais evidentes as deficiências que permanecem na atenção à saúde indígena e a sua frágil articulação com os demais níveis de complexidade da rede SUS", destacam os organizadores e pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz).

Medicinas Indígenas e As Políticas Da Tradição

R$ 36,00
  • Associado: R$ 30,60

Compreender o processo de emergência das medicinas tradicionais indígenas no campo das políticas públicas de saúde indígena é o objetivo deste livro, que analisa os discursos proferidos por uma diversidade de atores – indígenas e não indígenas, governamentais e não governamentais, nacionais e internacionais. Dessa forma, a obra revela uma dinâmica que vai do global e ao local, e transforma os contextos envolvidos, originando novas formações culturais.

Saúde Indígena em Perspectiva

R$ 55,00
  • Associado: R$ 46,75

Compreender a atual política pública de saúde indígena à luz de seus antecedentes: com este objetivo, pesquisadores de diferentes especialidades e regiões do país se reuniram para produzir esta coletânea, que busca aumentar a visibilidade das vozes indígenas no cenário sociopolítico brasileiro. Os capítulos oferecem um panorama bastante consistente sobre o campo da saúde indígena no Brasil. O livro analisa o contexto político e institucional que originou o SUS e, particularmente, o Subsistema de Saúde Indígena.

Transformação e Persistência: Antropologia da...

R$ 38,00
  • Associado: R$ 32,30

O livro traz a experiência do autor em sua convivência com os Wari’ (ou Pacaás Novos), povo indígena mais numeroso no estado de Rondônia, com cerca de 2.700 indivíduos. Apresenta, em linguagem precisa e agradável, uma abrangente descrição das condições de alimentação e nutrição locais, levando em consideração a especificidade cultural das comunidades amazônicas. A obra demonstra o quão importante é não prescindir de cuidadosa contextualização dos achados no conjunto das práticas nativas e das ideias que as orientam, seja qual for o campo sob investigação.

Atenção Diferenciada: A Formação Técnica de...

R$ 29,00
  • Associado: R$ 24,65

O livro apresenta as contribuições do Curso Técnico de Agentes Comunitários Indígenas de Saúde (CTACIS) na região do Alto Rio Negro do Brasil. Com a proposta de melhorar os serviços de saúde nas comunidades indígenas, o curso foi desenhado como uma estratégia multidisciplinar por diversos atores e implementado de acordo com as realidades locais. Em seus sete capítulos, a obra analisa etapas como o trabalho e a formação dos agentes comunitários e indígenas de saúde, as concepções político-pedagógicas e a organização curricular do CTACIS, os cuidados da saúde de crianças e mulheres indígenas, vigilância alimentar e nutricional em terra indígena, além de temas transversais, como território, cultura e política.

Araweté - Um Povo Tupi da Amazônia

R$ 70,00
  • Associado: R$ 59,50

Fruto da pesquisa acadêmica realizada na década de 1980 por Eduardo Viveiros de Castro, este livro veio a público em 1992, após uma edição adaptada para atender a públicos mais amplos e não especializados que demonstraram grande interesse pelo modo de vida dos araweté. Esta terceira edição, revista e ampliada com novos capítulos oriundos de estudos recentes, comemora os trinta anos da pesquisa pioneira deste que é um dos mais respeitados antropólogos brasileiros e, sobretudo, recupera a luta desse povo para sobreviver, resistir e se reinventar sem, no entanto, perder sua cultura.

  • Produto novo

Políticas Culturais e Povos Indígenas

R$ 82,00
  • Associado: R$ 69,70

“Há políticas culturais para os índios e há políticas culturais dos índios. Não são a mesma coisa.” O presente livro reúne dezenove ensaios que procuram distinguir e debater as políticas culturais feitas para os índios, as feitas pelos índios e aquelas que de alguma maneira os envolvem. São observadas não apenas tais políticas, mas também seus pontos de cruzamento e seus efeitos conjugados.

  • Produto novo